Você está em: Início / Notícias / Promotoria orienta sobre os direitos da mulher com câncer

Promotoria orienta sobre os direitos da mulher com câncer

07/10/2019

Estudantes e profissionais da área da saúde participaram na manhã desta segunda-feira, 7, de palestras envolvendo a saúde da mulher, prevenção contra o câncer de mama e direitos da mulher com câncer. O evento aconteceu no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism).

Uma das palestrantes foi a promotora de justiça e diretora do Centro de Apoio Operacional da Mulher, Euza Missano, que falou sobre a parte jurídica no que se refere aos direitos das mulheres diagnosticadas com câncer.

“Importante o Caism está fazendo isso, não somente trazendo médicos oncologistas, mastologista e ginecologista para falar da questão do auto amor, do auto cuidado, mas também trazer informações jurídicas e técnicas para essa mulher de como proceder após a identificação do diagnóstico, falar de quais os recursos e os mecanismos que ela dispõe. O próprio Caism já está fazendo isso no sentido de orientar a mulher sobre o melhor caminho, sobre os direitos da mulher diagnosticada com câncer, e isso é muito importante. Todos precisam conhecer seus direitos”, aponta a promotora.

Outro tema tratado foi a sensibilização dos profissionais de saúde no atendimento a essa mulher que procura a saúde pública. “Aqui no Caism nós vivemos o ano inteiro o rosa, porque aqui cuidamos da saúde da mulher integralmente, todos os dias. A equipe do Caism procura atender da melhor forma possível essas mulheres que chegam porque independente de um diagnóstico, as pessoas precisam de carinho, precisam ser bem tratadas”, ressalta Janua Boson, coordenadora geral do Caism.

A orientação da profissional é que as mulheres mesmo com todos os seus afazeres diários não deixem de cuidar de sua saúde. “A mulher de um modo geral tem dificuldade de procurar o sistema de saúde porque a mulher quer cuidar da casa, dos filhos, da família, do vizinho, cuida de todos e esquece de cuidar dela própria, então aqui nós buscamos dar um atendimento especial a essa mulher para que cada dia ela cuide mais da sua saúde para depois cuidar dos outros”, diz Janua.

Por Karla Pinheiro


Veja também