Você está em: Início / Notícias / Treze espécies de árvores estão em alerta por risco de extinção em SE

Treze espécies de árvores estão em alerta por risco de extinção em SE

15/10/2019

Sergipe registrou treze espécies de árvores com risco de extinção durante levantamento realizado pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) a partir de um acordo de cooperação assinado pelo estado junto ao Serviço Florestal Brasileiro. Oito delas foram identificadas pela Superintendência do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) com os nomes populares de mescla-çul, sucupira, ipê-roxo e ipê-branco, palmeira de licuri,  ‘bucho’ de boi, cedro e garapa. As outras cinco são registradas apenas pelos nomes científicos de erythroxylum mattos-silvae, jacaranda rugosa, neomitranthes obtusa, tetragastris ochionni e byrsonima bahiana.

De acordo com o superintendente Elísio Marinho, as treze espécies foram encontradas nas áreas florestais do estado e ligaram o sinal de alerta do Governo de Sergipe, que pretende combater o problema enviando à Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe (Alese) o Projeto de Lei que regulamenta a Política Estadual de Florestas.

“Sergipe foi o primeiro estado brasileiro a assinar o acordo de cooperação com o Serviço Florestal Brasileiro para realizar o Inventário Florestal Nacional. É uma metodologia de todo o país em que são feitos levantamentos nas áreas florestais do estado e são identificados os estados dessas árvores”, explica Elísio.

Entre as medidas de refortalecimento das espécies no estado, o superintendente destaca que a Semarh tem recomendado a utilização destas em espaços de reflorestamento. “Todos os trabalhos que recomendamos aqui pela secretaria, nós colocamos as espécies da lista de ameaçadas para que façam parte da lista de plantio. Temos uma lista e a cada cinco árvores plantadas, plantamos três destas”, argumenta.

por Daniel Resende


Veja também