Você está em: Início / Cultura / Carlinhos Maia é criticado após rabiscar quadro de artista sergipana

Carlinhos Maia é criticado após rabiscar quadro de artista sergipana

28/10/2019

A recente passagem do humorista Carlinhos Maia por Aracaju ainda segue gerando polêmica. Na noite do último domingo, 27, o artista rabiscou o quadro de uma artista sergipana porque, segundo ele, teve “medo” da obra de arte quando se levantou à noite para ir ao banheiro e viu o quadro que retratava uma mulher sem o rosto. O humorista disse ainda, em postagem numa rede social, que pediu autorização ao hotel que estava hospedado para fazer uma “brincadeira”.

O humorista Carlinhos Maia explicou ainda que só quis “brincar” e “deixar a sua marca” no quarto do hotel em que estava hospedado. “Antes de riscar e deixar minha marca eu liguei para Dani (dona do hotel), que me conhece há mais de 4 anos, e ela permitiu que eu deixasse minha marca”, explica. “O quadro foi pago pela dona do hotel e ela me deixou brincar”, destaca o humorista. “A obra de arte em si é maravilhosa. Mas eu sou humorista e sou amigo da dona do hotel há anos e ela permitiu essa brincadeira”, afirma.

Em outra rede social, uma parente da autora da obra afirmou que a atitude do humorista foi desrespeitosa. “Uma falta de respeito com a artista plástica que se dedica. E mais absurdo ainda foi que o hotel simplesmente permitiu que ele fizesse isso”, desabafou a jovem.  Ainda segundo ela, a autora do quadro ficou triste com a atitude do artista. “Ela tá triste pra caramba, mostrei a minha madrasta a repercussão”, informou.

A própria artista, Laudice Rocha, utilizou uma rede social e disse que recebeu com indignação a atitude do humorista Carlinhos Maia. “Com tristeza e indignação, recebi a notícia de que uma das minhas obras foi vandalizada e exposta em uma rede social por pessoa que aparenta ter influência na juventude deste país”, afirmou Lau. Ainda segundo ela, não houve qualquer autorização prévia para que a obra pudesse ser modificada. “Não autorizei a vandalização, que feriu minha alma e me expôs de maneira absolutamente constrangedora”, lamentou a artista.

por João Paulo Schneider  e Verlane Estácio


Veja também