Você está em: Início / Notícias / Projeto Amigo Animal chega à sua quarta edição neste domingo, 19

Projeto Amigo Animal chega à sua quarta edição neste domingo, 19

15/01/2020

No próximo domingo, dia 19, a Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema), realizará a quarta edição do projeto Amigo Animal, uma iniciativa que visa sensibilizar a população a respeito da situação de abandono e maus-tratos vivenciada por animais domésticos e silvestres.

 
Dessa vez, o evento ocorrerá no Parque Governador Augusto Franco (Parque da Sementeira), das 14h às 18h. “A ideia é levar para a população o conhecimento do que são considerados ou não maus-tratos, então uma das atividades será a orientação com base nos princípios das leis no âmbito estadual, federal e municipal, de forma que ela possa ter o entendimento de que o órgão age a favor do animal, seguindo as leis específicas”, explica o coordenador do setor de Proteção Animal da Sema, Márcio Reis.
 
Para isso, a programação compreende debates, palestras, apresentações lúdicas e até uma feirinha de adoção de animais, o que será possível com a apresentação da documentação necessária, como comprovante de residência; carteira de identidade (RG) e o Cadastro de Pessoa Física (CPF), para que o pré-cadastro seja realizado e, logo após, profissionais capacitados analisem o perfil do interessado para averiguar se está apto ou não a adotar o animal.
 
A programação também contempla a vermifugação de animais e o teste rápido para leishmaniose, além de uma exposição do meliponário da Sema e outra da Fundação Mamíferos Aquáticos. “Esse tipo de evento é muito importante. Tanto que percebemos, ao longo desse anos, uma conscientização maior da população, o que pode ser demonstrado a partir do aumento do número de denúncias”, afirma Márcio Reis.
 
De 2017 a 2019, a Sema já apurou 827 denúncias, que podem ser feitas através da Ouvidoria, pelo portal da Prefeitura ou pelo número 3225-4173 / 98135-6961. Segundo Márcio, nem todas as denúncias são confirmadas, mas o fato de a população estar preocupada com a causa é o mais significativo. “Esse é um ponto muito positivo que nos permite dizer que estamos avançando”, comemora.

 

Fonte: PMA 


Veja também