Você está em: Início / Notícias / Edvaldo faz balanço das realizações e anuncia investimentos para Aracaju

Edvaldo faz balanço das realizações e anuncia investimentos para Aracaju

21/02/2018
O prefeito Edvaldo Nogueira participou, na manhã desta terça-feira, 20, da abertura dos trabalhos da Câmara de Vereadores de Aracaju. Em seu pronunciamento, ele fez um balanço das ações desenvolvidas no primeiro ano da gestão, com destaque para a política econômica, a retomada de obras, o pagamento dos salários dos servidores em dia e o cumprimento dos compromissos firmados com os aracajuanos. Ao tratar de 2018, o prefeito anunciou o investimento de R$ 300 milhões em obras e a manutenção da política de austeridade. Ele declarou ainda que o ano eleitoral “não afetará em nada” a gestão municipal.
 
“Tivemos grandes vitórias. Encontramos a Prefeitura de Aracaju com muitos problemas, com uma dívida de R$ 860 milhões, sendo R$ 530 milhões só em débitos de curto prazo. Mas soubemos enfrentar esta situação. Implantamos uma política dura de contenção de gastos, o que nos permitiu pagar R$ 1,1 bilhão em salários para os servidores, que voltaram a receber seus vencimentos em dia. Retomamos a limpeza da cidade, inclusive já realizamos a licitação do serviço. Voltamos a realizar o recapeamento asfáltico, investindo mais de R$ 10 milhões, em recursos próprios. Retomamos obras, algumas delas já entregues à sociedade”, afirmou o prefeito, em entrevista à imprensa, após a sessão legislativa.
 
Para Edvaldo, “este primeiro ano foi uma vitória muito grande”. Mas, frisou ele, “ainda existem muitos desafios”. “Demos passos, melhoramos a cidade e iremos continuar trabalhando para que Aracaju volte a ser a capital da qualidade de vida”, assegurou.
 
Neste sentido, serão retomadas, segundo o prefeito, as obras que ele deixou com recursos assegurados em seu mandato anterior, mas que o seu sucessor não deu continuidade, que somam mais de R$ 200 milhões, além das ações que são parte do Plano de Mobilidade Urbana (para o qual estão assegurados R$ 120 milhões) e as obras que serão iniciadas com recursos da emenda impositiva da bancada federal, que somam R$ 63 milhões. “Estamos transformando vidas, mudando a realidade de localidades inteiras. Temos feito as pessoas entenderem e viverem a qualidade de vida”, disse.
 
Nova política
 
Em seu pronunciamento, Edvaldo disse que deu início a um processo que tem norteado todos os passos da gestão: “Estamos fazendo política de uma forma nova, levando em conta, exclusivamente, os interesses do povo aracajuano”. Ele ainda ressaltou que “na prefeitura de Aracaju, não há mais espaço para a politicagem, para a mesquinharia, nem para palanques”.
 
Como parte deste processo de renovação da conduta política, o gestor municipal reiterou que “que os aracajuanos estão acima das divisões partidárias e dos conchavos políticos”. “Eu desci do palanque eleitoral no dia seguinte à vitória. Desde a noite do dia 30 de outubro de 2016, eu me tornei o prefeito de todos os aracajuanos, dos que votaram e dos que não votaram em mim. Por isso, bati em todas as portas, daqueles que me apoiaram e dos que estiveram em lado oposto”, frisou.
 
Ele disse ainda que “o ódio contra a política e o desprezo de parcela significativa da população para com os políticos decorrem, sobretudo, do comportamento pequeno de certos atores da cena política, que não pensam no conjunto da população e preferem olhar para os seus próprios interesses”.
 
“Eu não quero isso para a minha trajetória e nem permitirei que a nossa gestão seja afetada por estes vícios. Mesmo 2018 sendo um ano eleitoral, a prefeitura de Aracaju não será afetada em nada. Não mudaremos o nosso planejamento, nem titubearemos na reconstrução da qualidade de vida. Não perderemos o foco!”, garantiu ele.
 
Edvaldo também destacou a importância das parcerias com o setor privado. “Ao longo do ano passado, firmamos importantes parcerias, que nos deram condições de concretizar grandes realizações. Assim foi na reforma de praças, com o Assaí Atacadista; na construção de uma nova na Coroa do Meio, com o Shopping Riomar; na reforma do Palácio Inácio Barbosa, que será transformado em Museu pela Universidade Tiradentes; na retomada do Natal Iluminado, no Centro de Aracaju, com a Fecomércio, e no Parque da Sementeira com a Energisa. E claro a retomada do nosso Réveillon, uma festa marcante e muito especial, realizada graças à parceria com o Setransp e Banese”, elencou.
 
Corte de gastos
 
Ponto central do seu discurso, a política econômica desenvolvida pela prefeitura, que colocou Aracaju em primeiro lugar entre as capitais do Nordeste em equilíbrio financeiro, foi detalhada pelo prefeito. “Operamos uma redução de 86% com diárias para o exterior e uma diminuição de 57% em diárias estaduais; com passagens áreas, o corte foi de 66%. Também cortamos os gastos com publicidade e propaganda em 65%. A locação de imóveis teve uma redução de 37%. Com telefonia, a economia foi de 31%. Com consultorias, a economia foi ainda maior: 97%. Em relação a 2016, diminuímos em 90% as despesas com cachês de artistas. Só com redução de despesas correntes, a economia gerada foi de 40%, o que representou R$ 30,7 milhões”, informou.
 
Em relação aos cargos comissionados, Edvaldo disse que a sua gestão promoveu uma redução de 30% no número de ocupantes, o que significou uma diminuição superior a 1 mil cargos e rendeu uma economia de R$ 24 milhões. “O impacto destes funcionários na folha da prefeitura é hoje de apenas 7%,índice bem menor dos quase 12% de anos anteriores. Neste ano, o enxugamento da máquina continua valendo. A orientação aos secretários é reduzir ainda mais o efetivo de funcionários em comissão. E quero deixar bem claro que todos eles estão trabalhando”, reiterou.
 
Quanto às dívidas herdadas, o gestor municipal afirmou que já pagou mais de R$ 300 milhões. “Só com salários atrasados, foram R$ 120 milhões pagos. Com fornecedores da Saúde, quitamos R$ 45 milhões. Na Educação, já pagamos R$ 20 milhões. Na Emurb e na Emsurb, quitamos outros R$ 35 milhões”, relatou.
 
Além disso, o dinheiro do contribuinte aracajuano foi usado na retomada de obras e na melhoria da prestação dos serviços públicos. “Em 2017, não faltou merenda um dia sequer nas escolas. Também voltamos a ter um contrato para manutenção das unidades de ensino, fundamental para que as nossas crianças e adolescentes não fiquem sem aula. Nos postos de saúde, o abastecimento de remédios chegou a 80%. Regularizamos o pagamento do auxílio-moradia; iniciamos a padronização das feiras livres, que hoje estão mais limpas e organizadas; criamos a área de proteção à prática do ciclismo na Orla da Atalaia, que se tornou um espaço não só para os atletas como para toda a família; demos ainda a nossa contribuição à Segurança Pública, com a operação Terminal Seguro, reduzindo em 40% as ocorrências de assaltos nestes locais”, citou.
 
IPTU revogado
 
Primeiro prefeito do Nordeste em cumprimento de promessas, segundo o G1, portal de notícias da Rede Globo, Edvaldo destacou, entre as realizações de 2017, a revogação do aumento anual do IPTU. “Revogamos o aumento anual de 30% do IPTU, que valeria até 2022 e que terminaria por impor aos aracajuanos um absurdo reajuste de 625%. Freamos este aumento. A prova disso está no carnê: em 2018, os aracajuanos receberam seus boletos sem o aumento de 30%. A resposta do povo veio através do pagamento antecipado. Já nos primeiros 15 dias de janeiro, a arrecadação superou as nossas projeções. A expectativa era arrecadar R$ 45 milhões, mas superamos a marca dos R$ 50 milhões”, revelou.
 
Como parte da lista de promessas cumpridas, apresentadas pelo G1, o prefeito ressaltou o pagamento dos salários dos servidores em dia, o recapeamento das avenidas, o Planejamento Estratégico de Aracaju, a nossa política de Direitos Humanos do município, as novas ações da Guarda Municipal, a ampliação das vagas na Educação Infantil e a criação do Gabinete de Resolução de Crises.
 
Apoio da Câmara
 
No pronunciamento, Edvaldo agradeceu, em vários momentos, o apoio dos vereadores da bancada aliada, na aprovação do empréstimo de R$ 50 milhões, na revogação do aumento do IPTU, na lei de isenção do pagamento do imposto para 53 mil famílias, entre outras matérias.
 
Para o presidente da Câmara, vereador Nitinho Vitale, a atuação de Edvaldo é exemplar e denota uma nova forma de construção política. “Edvaldo mostrou, neste primeiro ano, um perfil novo de administrador, realizando grandes projetos para Aracaju, que mudarão definitivamente a cidade com mais infraestrutura e qualidade de vida. Que Edvaldo continue com este dinamismo, garra e foco em promover melhorias para a cidade”, disse.
 
O líder do governo municipal no parlamento, vereador Antonio Bittencourt, chamou a atenção para as mudanças na cidade. “A população de Aracaju sabe como herdamos a cidade: a situação da malha viária, escolas sem aula por falta de merenda por três meses, a situação da limpeza pública, quantidade de cargos em comissão que existiam na prefeitura antes. Esta situação é completamente diferente hoje, o que comprova o trabalho que Edvaldo vem realizando. O prefeito administra em favor de todos. Daremos a sustentação necessária na Câmara para que ele continue desenvolvendo esta brilhante administração”, avaliou.
 
fonte ASN

Veja também