Você está em: Início / Notícias / Emsurb realiza coleta e limpeza em pontos de descarte irregular na capital

Emsurb realiza coleta e limpeza em pontos de descarte irregular na capital

07/03/2018
A Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) trabalha intensamente no recolhimento de lixo em áreas de descarte irregular na capital. Nesta quarta-feira, 7, as equipes percorreram as principais avenidas dos bairros das zonas Norte e Sul da cidade.
 
As equipes fizeram a coleta do lixo e limpeza de alguns pontos como na avenida São Paulo, no bairro Siqueira Campos, no loteamento Nova Liberdade, no bairro Olaria, na avenida Santa Gleide, no bairro Jardim Centenário, na avenida Augusto Franco, mais conhecida por Rio de Janeiro, no bairro Ponto Novo, nos bairros Luzia, Industrial e no conjunto Orlando Dantas, no bairro São Conrado.
 
Apesar da coleta domiciliar ser realizada regularmente em toda a cidade e de haver 89 caixas estacionárias disponibilizadas para descarte, sendo 66 para lixo, 23 para entulho e 60 PEV’s (Ponto de Entrega Voluntária), é comum o flagrante de moradores e carroceiros que despejam todo o tipo de material em terrenos baldios, calçadas e até margens de canais.
 
O diretor de Operações, Bruno Moraes, explica que a Prefeitura de Aracaju tem cumprido o seu papel, mas é preciso que as pessoas colaborem não jogando lixo  em vias públicas. “Temos cumprido com nosso dever de levar os serviços de limpeza à população, mas é sempre um trabalho conjunto, o cidadão precisa também colaborar", ressaltou.
 
Penalidades
 
A Prefeitura de Aracaju tem realizado monitoramento constante do descarte irregular de lixo e busca conscientizar a população sobre a gravidade da ação. O ato é considerado crime, de acordo com a Lei Municipal vigente de nº 4.452/2013.
 
Os cidadãos que forem flagrados descartando materiais em locais irregulares estão sujeitos a penalidades da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema), que vão desde a autuação inicial e multa, podendo variar entre R$ 500 e R$ 50 mil reais a, até mesmo, detenção. Apesar da ação não possibilitar prisão em flagrante prevista em lei, o infrator será submetido a processo judicial e a pena irá depender da gravidade do caso, no que se refere aos danos causados ao meio ambiente.
 
As denúncias podem ser feitas pela população através do Whatsapp da Sema pelo número 98106-0617, ou através da Ouvidoria da Emsurb no 3021-9908.

 

fonte: ASN


Veja também