Você está em: Início / Notícias / Covid-19: Procon/SE apura denúncia de preços de medicamentos

Covid-19: Procon/SE apura denúncia de preços de medicamentos

03/08/2020

Com a pandemia, o uso de medicamentos para tratamento do novo coronavírus se tornou algo rotineiro em todo o país. Apesar de algumas restrições, muitos consumidores estão indo as farmácias em buscas desses medicamentos seja com prescrição médica ou por conta própria.

O Procon Estadual de Sergipe vem recebendo denúncias de aumento de preços nas farmácias dos medicamentos utilizados para tratar a Covid-19. Medicamentos como Ivermectina, Azitromicina, Anita, Predsim, além de remédios para dor de cabeça estão na lista dos mais procurados pelos consumidores.

Por conta das denúncias, o Procon Sergipe realiza uma pesquisa de preços em 12 farmácias de bairros distintos da capital para constatar a veracidade das denúncias. De acordo com a diretora do Procon SE, Tereza Raquel Martins, será realizado um comparativo de preços nas farmácias analisadas. “Já fizemos duas pesquisas de preços e estamos preparando uma terceira para depois fazer um comparativo se houve o aumento injustificável nas farmácias. Se ficar constatado o aumento, vamos solicitar da farmácia a nota fiscal dos últimos três meses para sabermos o motivo do aumento. Mesmo com o aumento da procura, se a farmácia não recebeu do fornecedor o medicamento por um valor alto, não tem justificativa o aumento do produto”, avalia.

Desde o início da pandemia até o momento, o Procon Sergipe recebeu mais de 500 denúncias por telefone, relacionadas às irregularidades comerciais como aglomerações ou superfaturamento de produtos.

Caso se constante a veracidade da denúncia no aumento de preço dos medicamentos de forma não justificada, o Procon multará o estabelecimento onde o valor da multa dependerá do porte da farmácia. Após as análises das pesquisas, a lista com o preço dos medicamentos será amplamente divulgada pelo Procon/SE para o conhecimento da população.

Denúncias

O atendimento presencial continua suspenso, mas o consumidor pode entrar em contato com o Procon/SE para solucionar problemas com fornecedores e empresas através do telefone (79) 3211-3383 ou pelo e-mail: procon.online@sejuc.se.gov.br

por Aisla Vasconcelos


Veja também