Você está em: Início / Notícias / Inscrições abertas para o Festival de Artes de São Cristóvão

Inscrições abertas para o Festival de Artes de São Cristóvão

06/08/2018

A Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal de Sergipe divulga edital para cadastro de projetos de extensão a serem desenvolvidos durante o 35º Festival de Artes de São Cristóvão. As inscrições vão de 02 a 17 de agosto e deverão ser feitas exclusivamente por meio do Sigaa. Esse ano, a Fasc acontecerá no período de 16 a 18 de novembro.

Os coordenadores devem definir o número de participantes nos projetos e características como idade e gênero. Os projetos deverão ter como alvo a comunidade externa da UFS, incluindo atividades relacionadas a costura, artesanato, turismo, comunicação e outros, com duração de três meses. As propostas devem indicar ações que possam contar com a participação e o apoio das secretarias municipais, além de promover exposições e apresentações dos resultados obtidos.

Seleção dos discentes

O período de inscrição alunos que desejam participar dos projetos será de 31 de agosto a 09 de setembro, também pelo Sigaa. Poderão ser solicitadas no máximo duas bolsas por proposta para a execução dos projetos e a solicitação para vagas de voluntários será ilimitada. A bolsa financiada com recursos do Plano Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes) será no valor de R$ 400 mensais, no período de três meses.

Para mais informações sobre cadastro dos projetos e condições das propostas a serem apresentadas, além de cronograma para inscrições dos discentes nos projetos selecionados, acesse o edital.

Fasc

O Festival de Artes de São Cristóvão, que ficou cerca de 30 anos sem acontecer, foi retomado no ano passado e a UFS é uma das organizadoras do evento. O Fasc foi visto durante anos como um dos maiores festivais gratuitos de música, gastronomia, arte e cultura do Brasil. Os shows acontecem durante a noite, reunindo sergipanos e turistas do país. Durante o dia fazem parte da programação diversas oficinas como de artesanato, pintura e desenho ao ar livre, exposições, além dos tradicionais cortejos de grupos folclóricos e religiosos.

Fonte:Infonet


Veja também